sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Menina prodígio


















Aos 28 anos, Fernanda Rolim está à frente da Left, marca que lançou em outubro de 2009 e tem como foco o mix de tendências.

Em francês, a expressão “l’enfant terrible” é atribuída àquela criança agitada, que adora travessuras. Mas há outro significado para o termo: “Uma pessoa jovem e bem-sucedida”. Não por coincidência, o nome da grife de Fernanda Rolim, Left, uma abreviação da máxima francesa, tem muito a ver com ela. Nascida em Salvador, ela sempre teve um gosto especial pela moda. As brincadeiras e as tardes vividas no ateliê de costura da avó paterna, Nair, só fizeram aumentar a paixão. Em outubro de 2009, depois de passar uma temporada em Paris, onde surgiu o nome da etiqueta, ela finalmente lançou a marca, em clima de petit comité, com um desfile em sua própria casa, em São Paulo, e venda só para as amigas.

Em abril deste ano, inaugurou sua loja, com a coleção de inverno nas araras, no bairro paulistano do Itaim. E, em agosto, comandou o desfile da coleção de verão, repleta de vestidos de renda e peças com uma pegada handmade. “O processo criativo é uma delícia. Adoro escolher os tecidos e a cartela de cores”, conta Fernanda, que é formada pelo FIT (Fashion Institute of Technology), em Nova York. Com apenas um ano, a Left vai crescendo não só em São Paulo mas também em multimarcas espalhadas pelo país. A tal ponto que Fernanda já pensa em expandir a loja e começar a vender também pela internet. Planos, por sinal, nunca faltam para ela.

















Fonte: Elle

5 comentários:

Cynthia Noemi disse...

Ai a LEFT é tudo! sempre vejo coisas dela e amo tudo. Beijinhoss

makeatrend.blogspot.com

Amanda Luna disse...

Super chique ela, adorei!!!
beijuu
www.sermulhereomaximo.com.br

/girlinatshirt disse...

Acho que li sobre ela na Elle.. Lindas as roupas da marca!
Beijinhos,
Debora

Simone disse...

Que legal!!
Beijos. Bom final de semana!!!

Mimo Chic disse...

nossa muito elegante!
bjs Lulu & Sol