segunda-feira, 11 de julho de 2011

Verão em movimento e cor



Rápido, mas muito intenso. Poucos eventos de arte e de dança tiveram tão pouca duração e deixaram tanta influência quanto o Ballets Russes. Emigrado da ex-capital soviética e chegando a Paris em 1909, o balé se tornou companhia oficial de dança em 1911. E, mesmo sem ter sido um bailarino profissional, seu fundador,Serguei Diaghilev, convenceu os melhores dançarinos, coreógrafos e artistas da época a trabalharem em sua companhia. Entre eles estavam o compositor Igor Stravinsky e artistas como Jean Cocteau, Pablo Picasso e Henri Matisse. O balé russo tinha status de uma pintura em movimento e, nos seus vinte anos de duração, redesenhou e revolucionou a estética de dança conhecida até aquela época.
Para criar a coleção verão 2011/2012, Cris Barros mergulhou em imagens e ilustrações deste período. O resultado são peças que chegam esbanjando tecido e movimentos. Convidam o corpo e suas formas para dançar. Cores e materiais seguem influencias dos trajes usados pelos bailarinos. Os bordados são fios condutores de toda coleção, enquanto as costas, a parte da silhueta mais trabalhada entre as peças.

Fonte: MC

2 comentários:

Ju Penedo disse...

a coleção está linda!!!
bjss

www.blogdajupenedo.com

Lu Pourbaix disse...

Nossa, linda coleção!
Beijos